terça-feira, 16 de outubro de 2007

Governo chinês reforça censura e repressão

Governo chinês reforça censura e repressão
Os slogans dos regimes totalitários de esquerda são sempre idênticos! Imaginárias conspirações de forças reacionárias, possíveis tramas que ligam forças estrangeiras com opositores do país... enfim, pretextos diversos são motivo para a repressão dos que não concordam com o regime e para o cerceamento das liberdades fundamentais.

Assim é na China atual. Na China que aparenta uma liberalização do regime, com a adoção de uma economia menos estatista. Entretanto, a repressão política só se acentua. "Se alguém ousar promover sabotagem ou tentar dividir o país, sem dúvidas reprimiremos", afirmou um importante líder do Partido Comunista da China.

Desse mesmo Partido Comunista com o qual o PT mantém um convênio especial de colaboração e com o qual os petistas foram recentemente "aprender", em uma viagem oficial considerada "estratégica" (ver abaixo o post Ditadura chinesa, inspiração para o PT).

Às vésperas do 17º Congresso do Partido Comunista a repressão aos opositores se intensificou. É o que afirma a enviada especial a Pequim da Folha de São Paulo, Cláudia Trevisan, na matéria dedicada ao evento (16.out.2007):

  • "Como sempre ocorre nos grandes eventos políticos de Pequim, o governo chinês reforçou a censura à imprensa e à internet e a repressão aos dissidentes na véspera do 17º Congresso do Partido Comunista, o mais importante encontro dos últimos cinco anos.

    Desta vez, o temor de manifestações contrárias ao governo é reforçado pela Olimpíada de 2008, a ser realizada em Pequim. Entidades de defesa dos direitos humanos questionam a realização do evento no país, em razão da ausência de democracia.

    Os dissidentes políticos passaram a ser vigiados de perto pela polícia nos últimos dias, com viaturas nas portas de suas casas todo o tempo. O governo chinês não quer correr o risco de ver protestos durante o congresso nem ser pego de surpresa como em agosto, quando um grupo abriu uma enorme faixa na Muralha da China em defesa da independência do Tibete".

No Brasil ainda não existe repressão, mas os slogans sobre as imaginárias conspirações das elites, ou da mídia golpista, para qualificar qualquer simples ato de oposição, já andam na boca de muitos petistas, inclusive na do Presidente Lula.

Divulgue: clique no envelopinho aí embaixo e envie este post a amigos.

3 comentários:

ZEPOVO disse...

ZEPOVO

A China é um mistério para o mundo.
Todos os países procuram entender por que a China está " dando certo" apesar de não ser democrática. Na verdade ditadura e comunismo não se aplicam 100% para descrever o tipo de governo chinês.
Digamos que a China tem uma democracia muito peculiar...
Mas para os outros países, desconsiderando o regime político, o importante é saber porque a China cresce, alimenta seu povo e se fortalece.
O Brasil um país continental e populoso, como a China precisa aprender o segrêdo. Por acaso o PT e Lula estariam errados se o mundo inteiro igualmente se interessa pela China neste aspecto??
Com certeza temos muito à aprender com a CHINA, o problema é aplicar os métodos democraticamente...será possível?

tita coelho disse...

Ai meu Deus, o mundo deveria aprender com a China..... eu vou morrer e não vou escutar tudo! Pobre Zé povo!!

beijo

OSVALDO FERREIRA disse...

RADAR DA MIDIA CADA VEZ MELHOR
AQUI DENTRO UMA MARAVILHA(BRASIL)LÁ FORA (LONDON) PROPAGAM TEORIA DA CONSPIRAÇÃO INTERNACIONAL


A semana terminou sob o impacto otimista do sucesso do leilão das rodovias federais, onde teremos 2 bilhões de reais de investimentos no próximos 5 anos, e a retomada da Bolsa de Valores. Na véspera do feriadão, temos mais boas notícias. A compra do ABN pelo consórcio internacional de bancos, ficando o Santander com o Real no Brasil, anunciando que investirá 27 bilhões de reais, se consolidando como o terceiro banco do pais. A inflação dando sinais de queda, eliminando os riscos de alta dos alimentos ou excesso de demanda na economia. O anúncio de investimentos aqui, de 15 bilhões de reais da indústria automobilística, e de 25,7 bilhões de reais do Grupo Votorantin e, no exterior, o grupo Gerdau agora vai às compras na Europa e Ásia.

Como vemos, nossa economia se internacionaliza, mantém o crescimento do emprego na indústria paulista pelo nono mês consecutivo, a inflação sob controle e o crescimento do emprego e da renda. Melhora a olhos vistos nossa produtividade. Hoje, segundo a PNAD, 34% das pessoas e 22,4% das famílias têm computador, em 2001 eram 17% e 12,6%, respectivamente. Pesquisa do "Pew Research Center" diz que 44% de pessoas no Brasil dizem usar computador, era 22% em 2002. Um avanço extraordinário que os dados da PNAD confirmam.
As vendas da indústria brasileira cresceram 6,5% em agosto frente ao mesmo mês de 2006, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria divulgados ontem. Na comparação com julho, a alta foi de 1,3% em agosto. Já no acumulado de janeiro a agosto de 2007, as vendas reais avançaram 4,3% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Quase todos os setores industriais registraram aumento de vendas em agosto. No acumulado do ano, os ramos que mais contribuíram para o crescimento foram alimentos e bebidas (6,4%) e máquinas e equipamentos (15,9%).

No acumulado do ano, o nível de utilização da capacidade instalada ficou 1,8 ponto percentual acima da média registrada no mesmo período do ano passado. Essa diferença permanece estável há cinco meses consecutivos, o que denota que a indústria vem, em média, respondendo à maior demanda com a ampliação de sua capacidade produtiva.

Mais uma vez os dados da CNI confirmam a tendência de crescimento das vendas e da produção industrial e, o que é melhor, mostram que o setor que mais cresceu foi o de máquinas e equipamentos. Uma comprovação de que a indústria brasileira está se preparando para aumentar sua produtividade e sua competitividade. O caminho é esse
Temos razões para terminar o ano otimistas com relação a 2008
QUEM ESTARÁ COM A RAZÃO ?