sexta-feira, 26 de outubro de 2007

À espera de uma nova tragédia

À espera de uma nova tragédia
Quando ocorrerá o próximo acidente aéreo? Para o presidente da Federação Internacional de Controladores de Tráfego Aéreo (Ifatca), o suíço Marc Baumgartner, "é uma questão de tempo para que um novo acidente aéreo volte a acontecer no Brasil". Uma opinião compartilhada por outros dirigentes da entidade.

Doug Churchill, vice-presidente da mesma Ifatca afirmou, por seu lado, que "no Brasil, estão buscando um conserto rápido; querem utilizar um band-aid para curar um ferimento grave. Avisos de que outros acidentes iriam acontecer foram dados às autoridades brasileiras e, de fato, um aconteceu".

A fórmula fala por si. Um band-aid para curar um ferimento grave... e muito grave. É o que se tem visto, com direito até a ministro civil vestindo farda militar!

As promessas que não vêm
Todos se recordam da patética e teatral aparição pública do Presidente Lula (após três dias de sumiço) para discursar sobre o trágico acidente do Airbus da TAM. Dramaticidade artificial ("choramos e nos revoltamos junto com vocês"); obviedades trágicas ("nada que se possa fazer trará de volta aqueles que amamos e perdemos"); promessas fátuas ("definição, em 90 dias, do local da construção de um novo aeroporto na região de São Paulo").

Sim, chegou o anúncio... de que foi prorrogado em 180 dias o prazo para a Anac entregar o estudo sobre a criação do terceiro aeroporto em São Paulo... que ninguém sabe quando e se virá.

Havia ainda as promessas do Presidente de "intensificação das medidas de modernização do controle de tráfego aéreo". Que, ao que parece, não estão vindo.

A grande reformulação e modernização do sistema aéreo brasileiro, inclusive com um amplo programa de privatizações, esse parece não ser cogitado. Afinal o que se faz é colocar um band-aid para remediar um ferimento de grandes proporções.

O grande esforço governamental é para que as CPIs que investigam o caos aéreo não impliquem em mais denúncias de inoperância e corrupção do PT e de órgãos oficiais aparelhados pelo partido, como as já apontadas largamente pelo TCU.

Lula não quer saber da existência do problema
A diretora adjunta de redação do jornal Valor, Claudia Safatle, aponta em seu artigo Fliperama da morte (26.out.2007):

  • "Há 93 dias no cargo de ministro da Defesa, Nelson Jobim simplesmente ignora as demandas dos controladores de vôo que há mais de um ano, logo depois do acidente da Gol, em 29 de setembro de 2006, vieram a público expor uma crise da qual a sociedade não fazia a menor idéia. ....

    Hoje, representantes dos controladores protocolam no Ministério da Defesa o terceiro pedido de audiência ao ministro. Os dois primeiros não tiveram resposta. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não quer saber da existência desse problema e também não cogita em recebê-los. ....

    A título de exemplo, vários controladores citam a adoção de um software desenvolvido pela empresa Atech que os controladores condenam há mais de cinco anos por não ser confiável. "O alvo, às vezes, desaparece ou o software fornece posição errada", observa um operador. No Comando da Aeronáutica, porém, não se admite discutir essa questão. ....

    O governo engavetou o relatório do grupo de trabalho interministerial criado no ano passado para propor soluções. Lá estava sugerida .... uma auditoria independente para avaliar as condições e necessidades do sistema tanto de pessoal quanto de infra-estrutura e de atualização tecnológica. ....

    Do lado do governo, o pior que Jobim pode fazer é acreditar piamente na declaração que deu anteontem, no Rio, quando disse que dos três pilares fundamentais do setor, pontualidade, regularidade e segurança, apenas o último já está equacionado. Nesse tema, não cabe jogo de palavras nem voluntarismo. Aliás, não cabe jogo algum".
Será necessário recordar a afirmação esdrúxula do Ministro Mantega, o bordão infame da Ministra Marta Suplicy, ou os gestos obscenos do Assessor presidencial Marco Aurélio Garcia para mostrar o descaso com que o governo Lula "joga" com os problemas... e com as vidas?

Divulgue: clique no envelopinho aí embaixo e envie este post a amigos.

Um comentário:

tita coelho disse...

então a tragédia está anunciada!! Quando será que o Brasil vai funcionar...bom, não falo mais nada! Fico indignada e revoltada!

beijo :)