sábado, 19 de janeiro de 2008

Não às mentiras e seqüestros das FARC

Não às mentiras e seqüestros das FARC
As FARC, o grupo terrorista colombiano de ideologia marxista, continua seu festival de horrores.

Agora é a notícia de uma jovem guerrilheira de 20 anos que fugiu da selva e se entregou às autoridades. Motivo?

Estava grávida e os terroristas das FARC a obrigaram a tomar um abortivo feito com ervas. Segundo ela, habitualmente, as mulheres que integram as fileiras da organização terrorista são obrigadas a abortar.

Para não perder o filho ela fugiu.

A jovem ainda confessou às autoridades que, quando era menor de idade, teve gêmeos que lhe foram retirados pelos guerrilheiros.

O absurdo pedido de Chávez
Esta história vem somar-se à seqüência de relatos escabrosos de torturas, físicas e psicológicas, de condições sub-humanas em que são mantidos os seqüestrados.

Mas, assim mesmo, o Presidente Hugo Chávez prossegue seu show internacional para favorecer as FARC, e passar uma imagem "humanitária" do grupo, solicitando que este deixe de ser qualificado pela comunidade internacional de terrorista.

Escrevi até um post sobre o mais recente seqüestro das FARC - após o espetáculo da libertação das duas reféns - que qualifiquei de "seqüestro humanitário" (leia O seqüestro "humanitário" das FARC).

Infelizmente, considerável parte da imprensa internacional - e do Brasil! - tem colaborado de forma descarada com a campanha de Chávez. Li há pouco uma notícia em que, no auge da inversão de valores, não as FARC mas o Presidente Uribe era qualificado de terrorista!

Estranhas conivências com as FARC
Ressalto apenas uma coisa: já notaram que a mãe de Ingrid Betancourt, grande apoiante de Chávez - esteve na Venezuela para comemorar a esperada vitória, que não houve, do caudilho, no plebiscito - em todas as declarações que faz à imprensa só ataca o Presidente Uribe de inclemente, sem sentimentos, etc. e não formula uma única crítica aos terroristas das FARC que há anos mantêm sua filha seqüestrada e em condições inumanas?

Não lhes parece estranho? E Uribe seria "inclemente" apenas porque está aniquilando esse grupo terrorista. Afinal a quem a mãe de Ingrid Betancourt quer salvar, a filha ou as FARC?

Feita, de passagem, esta observação, prossigamos.

Protesto mundial contra as FARC
Toda esta situação vem causando profunda indignação entre os colombianos. Recente pesquisa mostra que cerca de 93% da população repudia as FARC e apenas 1% apoia sua ideologia.

Por isso um grupo de Colombianos está espalhando pela internet um movimento mundial contra as FARC. Partindo da idéia de fazer uma passeata em todo o país no dia 4 de fevereiro, lançada no site de relacionamentos Facebook, quatro desconhecidos se uniram para organizar o movimento "FARC nunca mais!".

Bem ao estilo "democrático" de Chávez e de outros aliados do terrorismo (incluindo brasileiros), as FARC já passaram a fazer ameaças aos jovens organizadores. Carlos Andres Santiago, de apenas 21 anos, diz que não vão se intimidar.

Grupo terrorista, inimigo do povo e do mundo
O movimento já tem representantes em mais de 60 cidades fora da Colômbia, como Madri, Paris, Nova York e Buenos Aires, e para as cidades onde não esteja prevista a passeata, Santiago pede que os colombianos hasteiem a bandeira da Colômbia.

Os organizadores do protesto internacional já contavam hoje com 150.000 adesões, as quais crescem a um ritmo vertiginoso (veja o site do movimento). Eles pretendem denunciar ao mundo as FARC como um grupo terrorista, inimigo do povo e do mundo.

O grupo de organizadores do protesto concedeu uma entrevista a O Globo on line (17.jan.2008). Trechos da entrevista estão no próximo post FARC nunca mais!

Leia abaixo!

Cadastre seu email aí ao lado e receba atualizações deste blog

4 comentários:

Therèse disse...

O governo venezuelano, via Chávez, segue aliado e porta-voz dos narcoterroristas, reconheceu o "status político" das Farc(Forças Armadas Revolucionárias da Côlômbia e do ELN (Exército de Libertação Nacional).
Chávez, vejam só, o patrono das Farc, o principal incentivador e esteio dos narcoterroristas. Com uma cara ele pode enviar ajuda aos guerrilheiros e com a outra cara posar de humanitário que ajuda as vítimas dos seus amigos.
E o Brasil? O que diz disso? Mudo, "meno male" porque quando fala, diz besteira.

Otaviano disse...

Não só os colombianos mas o mundo civilizado deve dizer NÃO às mentiras e NÃO aos sequestros das Farc.
NÃO, ao pedido absurdo de Chávez que é amigo das Farc e ao mesmo tempo posa de humanitário e conciliador.
NÃO, ao governo Lula que é ambíguo e dissimulado, no frigir dos ovos são farinha do mesmo saco.
SIM e SIM, solidariedade e apoio aos colombianos que organizam um protesto mundial contra as Farc.

tita coelho disse...

Bom, vou aderir ao movimento! As FARCS são terroristas armados que Chávez trata como um grupo de pessoas e só! Eu acho um absurdo tudo isso!!
beijos

ZEPOVO disse...

É preciso negociar. Assim foi feito na Irlanda e na Espanha. Ocorre que insurgentes Europeus são outra coisa, não é mesmo?
As perguntas que não calam, é porque as Farcs cresceram e tomaram o controle de parte do território Colombiano, porque conseguiram apoio de parte da população conseguindo milhares de voluntários para lutar em condições de sacrifício?
Está certo que os chefes e lideres com certeza passam bem e estão faturando com o crime, mas a soldadesca está lá porque estavam piores na situação anterior, de cidadãos colombianos.
Então senhores governantes, muita atenção com a necessidade de políticas sociais, porque povo aguenta muito, mas muito mesmo, só que existe um limite.

Outra abordagem, é com aval internacional e ajuda americana, uma vez concluido que FARCS são terroristas a extinção total do movimento com uso de força militar.
Justamente o que não foi feito até hoje. Porque? Se parece que ninguém duvida que eles são terroristas?